Caminhos e encontros literários e históricos

R$ 30,00
R$ 30,00
R$ 30,00

Refletir sobre o jogo de aproximação e distanciamento entre as narrativas literárias e historiográficas é um trabalho que requer uma retomada a diferentes períodos da história da humanidade, em que História e Arte Literária eram postas lado a lado sem maiores implicaturas ou contestações/questionamentos acerca desse fato, até o surgimento de uma necessidade humana de separar e definir os papéis das áreas de atuação humana, a partir do XVIII, com a ascensão do Iluminismo, as revoluções industriais, a disseminação da noção de cientificismo pautada no positivismo e darwinismo e o advento das novas tecnologias, quando os campos que passaram a ser vistos como científicos, impuseram à História a obrigação de se qualificar e posicionar enquanto uma área das ciências humanas. Em contrapartida, a Literatura passou a ser vista como um tipo de narrativa sem relevância social, ao passo que parecia voltar-se apenas ao universo do imaginário, do ideal, sem fins concretos, perdendo o seu valor social.

Diante disso, alguns intelectuais do campo da Literatura passaram a se preocupar em produzir narrativas literárias com base nos princípios realistas e positivistas, o que deu abertura para o surgimento dos movimentos literários Realismo e Naturalismo. Além da Literatura ser concebida mediante a noção de arte pela arte, em que a produção literária se restringia ao estético, com os parnasianos.

Nesse período, muitos literatos e historiadores parecem ter perdido de vista o que já havia sido exposto por Aristóteles na antiga Grécia, acerca da Arte Literária, devido aos ideais pulsantes entre os séculos XVIII e XIX, pois o filósofo concebia a Arte Literária como a capacidade de representação das ações humanas através da imitação do que foi, é ou poderia ser.

No entanto, com a virada do século XIX para o XX, a crença na Arte Literária como meio de representação do âmbito social é retomada, através do movimento dos Annales. De lá pra cá, uma fração significativa tanto de literatos quanto de historiadores passou a apostar no desenvolvimento de pesquisas com base em estudos dialógicos entre a História e Literatura, assim como, outras áreas que passaram a ser vistas como domínios da História, tais como a sociologia, antropologia, geografia, mentalidades, entre outras.

Assim, é apostando e defendendo essa possibilidade de diálogo entre Literatura e História, que a obra aqui apresentada, Caminhos e encontros literários e históricos, oferece ao seu público leitor um conjunto de cinco artigos acadêmicos que versam sobre essa relação entre essas áreas, ao mesmo tempo em que, nos conduzem a aspectos sócio-históricos que remetem a elementos como cidade e espaço, fé e religião, mito e memória e habitação, através da representação. Sintam-se acolhidos por essas letras reflexivas. Sejam bem-vindos a um espaço de interação e possíveis encontros literários e históricos.

Organizadores: Leice Daiane de Araújo Costa e Kleberson da Silva Alves

Lançamento: 2015

Formato: 15x21cm, 90p.

Google Safe Browsing
Formas de pagamento
Formas de pagamento

Editora Kawo-Kabiyesile - CNPJ 12.924.942/0001-45

Contato: (71) 99232-1051 - E-mail: editorakawo@gmail.com